// --> zbame/português: Agosto 2006
  • Français
  • quarta-feira, agosto 30, 2006

    6 meses

    Faz 6 meses que conheci, assumi uma relaçao, vivo e amo a pessoa com quem estou
    leu o opost mais recente

    encontrarà os posts precedentes no arquivo do mês

    terça-feira, agosto 22, 2006

    Avé quem?

    Muitos vezes ouvi dizer que o atéismo é uma forma de cobardia, negar a existencia de um ser supremo, é no fundo,para obter respostas curtas e fazer o que se bem entende, que é mais fàcil dizer que" deus nao existe porque tal e tal coisa acontece e entendo a coisa desta maneira..." e que " é difficil acreditar em algo que nao vejo e no entanto esta ao meu redor, e que é mais dificil aceitar ,simplesmente, a Sua Vontade e fazer o bem ao proximo..."

    Eu digo a todos que pensam isso, que ensinam no pulpito,que erguem o càlice de sangue diante dos fieis, aos que ha 2000 anos atras tiveram o prazer de enunciar que sou o vomito de deus: Como é que eu faço quando nao tenho saida possivel, e que o fim duma resposta para mim pode ser a morte? Como buscar reconforto quando ninguem é mais forte que eu? A quem chorar na minha solidão? E a quem rezar para buscar forças quando nao as tenho?

    Toda acção implica consequências
    leu o opost mais recente

    encontrarà os posts precedentes no arquivo do mês

    sábado, agosto 12, 2006

    Leitão à bairrada




    Porque tive a ideia de fazer pesquisa "restaurants cuisine portuguaise Paris", quando começo a minha dieta, tendo S-T-E-P-H-A-N-E (o meu gajo) como Coach ??!
    leu o opost mais recente

    encontrarà os posts precedentes no arquivo do mês

    domingo, agosto 06, 2006

    eyes wide open

    os meus altos e baixos:

    Nestes ultimos 3 meses uma das coisas que mexeu comigo foi a possibilidade de recuperar a minha visao (calma, so tenho diopteria muito forte), coisa nunca considerada possivel até entao. Durante 2 meses o medico andou semana apos semana com tratamentos para dilatar a pupila, algo simples, mas o olho nao tinha qualquer reaccao, tentou-se tudo e: nada. Resumindo, a hipotese de uma eventual operaçao continuava desconhecida... Quando apercebemo-nos que nao havia maneira de ver o que se passaria la dentro, o doc diz-me so isso, "olhe ,madame, vou ter que ver o interior do seu olho,para ver o que se passa la dentro, esta bem?","ok, tudo bem pode continuar"- esperei que ele sacasse umas das suas maquinas de ultimo grito - e: "aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
    !"...Nao foi o que disse ao médico, mas o que pensei o mais forte possivel, pensei coisas bem + forte sobre o medico,para aliviar as dores (para detalhes ler o simbolo * abaixo mencionado,bem que, aconselho às pessoas + sensiveis a nao lerem o paragrafo seguinte vou descrever cenas choquante, NAO é uma ironia ou piada). Ele conseguiu ver o mal de um olho, a retina esta rasgada e nenhuma cirurgia é possivel para recuperar minha visao, o outro esta sem grandes problemas, fiquei triste no inicio,pensei que afinal era uma pessoa que nao nasci c sorte, a visao era-me dado a curto prazo etc... Mas "vendo" bem a coisa, nao estava a espera de nada quando pus o pé no consultorio. Continuemos assim. A vida ja é uma sorte, ou ando com ela de mao dada, ou entao, nego a minha existencia, chorando a cada momento...Mais uma coisa a reflectir nao vivo na idade da pedra ou idade media, nesta época tal coisa seria vista como uma tragedia/fatalidade, hoje estou numa era de facilidades :)


    *Em poucas palavras, o medico sacou um pequeno objecto transparente,penso tinha uma forma conica, nao houve tempo suficiente para m aperceber do que iria acontecer. O objecto foi encostado sobre um olho e depois empurrado para dentro, senti o meu olho recuar um bocado para dentro e o objecto a ficar encalhado,esquisitamente hiper doloroso e nao via nada, uma luz muita ofuscante como nunca tinha visto, eu tinha que aguentar aquilo enquanto tinha de ser examinada. O medico remexeu uma a duas vezes o objecto, Deus como era horrivel suportar aquilo,Cortava me a respiraçao so de suportar ... so queria que parasse ja! La demorou a tirar aquio. Penso que meu olho estava inchado, porque tinha a impressao de sentir a parte dura cavidade ou entao estava mal posicionado, tao esquisito...urk... Depois mal tinha dado o meu folego de alivio e ele me diz que tinha de ver o outro olho (o QUÊ??!), olhei para ele com o ar mais droopyresco que podia e ele de uma forma muito meiga e calma me disse: " vai ser rapido, nao se preocupe" e ai, so de pensar apetece-me esbofetear o medico, sinceramente!...O gajo -desculpem mas as cortesias nao existem mais para estas situaçoes- meteu-me aquilo dentro do olho, da mesma forma como a primeira, mas a luz ofuscava muito mais, so queria fechar o olho, mas eraimpossivel. Sentia aquilo la dentro contra o branco do olho era extremamente desagradavel e doloroso, nem respirava mais, minha respiracao contida passaram a ser gemidos que escapavam e esta luz que me cegava e magoava a vista, o olho inchava- nao conseguia conter mais a respiraçao, gritei e num gesto brusco o obecto caiu...O Doc ficou danado, que sa lixe, aquilo nao era seu olho
    fim.
    leu o opost mais recente

    encontrarà os posts precedentes no arquivo do mês

    sexta-feira, agosto 04, 2006

    hello part II

    nã! inda não é desta que saio do blog!
    muita novidade a dar e a mudar neste site :p, goxto de todoch, até muito breve espero lololol
    leu o opost mais recente

    encontrarà os posts precedentes no arquivo do mês